Contato Rápido

Avenida Victor Barreto 3210 
Centro
CEP: 92010-000
Canoas / RS
+55 (51) 30320017

Notícias Gerais

Previsão do Tempo

Hoje - Canoas, RS

Máx
17ºC
Min
8ºC
Parcialmente Nublado

Presidente do TRF4 abre ciclo de conferências abordando decisões históricas da Suprema Corte Americana

O presidente do Tribunal Regional Federal da 4ª Região (TRF4), desembargador Carlos Eduardo Thompson Flores, abriu hoje (8/3) o Ciclo de Conferências da Escola da Magistratura (Emagis) de 2018. O magistrado falou sobre decisões históricas da Suprema Corte Norte-Americana. Thompson Flores abordou casos como Watergate, no qual uma decisão da Suprema Corte determinando a apresentação de conversas gravadas levou à renúncia do presidente Richard Nixon em 1974, o exame da Lei Anti-Truste, ocorrido em 1903, no qual os juízes entenderam que estaria havendo obstrução do livre comércio e determinaram a interpretação estrita da lei, e casos envolvendo a liberdade de imprensa. Para o desembargador, a importância de analisar esses casos está no fato de a Justiça americana ter servido de referência e “moldado” o Direito Constitucional brasileiro. Thompson Flores explicou que, conforme ocorre nos Estados Unidos, todos os juízes brasileiros podem decretar a inconstitucionalidade de leis quando necessário no caso concreto. O magistrado lembrou que o dispositivo de controle de constitucionalidade surgiu com a Constituição de 1891, com grande influência de Rui Barbosa, que exerceu o cargo de vice-chefe do governo provisório de Deodoro da Fonseca. “Rui Barbosa trouxe para o Judiciário brasileiro o constitucionalismo norte-americano e permitiu que qualquer juiz pudesse examinar o controle de constitucionalidade das leis”, apontou o desembargador. A conferência foi aberta pelo vice-diretor da Emagis, desembargador federal Márcio Antônio Rocha, que explicou que o objetivo dessa atividade é trazer palestrantes de notório saber jurídico para falarem de temas de grande interesse. “Com essa atividade, vamos além do treinamento de magistrados, objetivando disseminar conhecimento e estimular a pesquisa”, observou Rocha. Thompson Flores, que dirigiu a Emagis no biênio 2013-2015, voltou hoje para falar de um tema que estuda em profundidade. “Venho com grande satisfação compartilhar conhecimentos”, declarou o desembargador, para quem cabe aos magistrados buscar incessantemente o conhecimento. “Um bom juiz deve ter, no mínimo, uma biblioteca com cinco mil títulos”, sentenciou, parafraseando seu avô, ministro Carlos Thompson Flores, que presidiu o Supremo Tribunal Federal de 1977 a 1979.
08/03/2018 (00:00)
Visitas no site:  383222
© 2018 Todos os direitos reservados - Certificado e desenvolvido pelo PROMAD - Programa Nacional de Modernização da Advocacia
Pressione as teclas CTRL + D para adicionar aos favoritos.